Cantuquiriguaçu
 
Condetec
 
Municípios
Quedas do Iguaçu perde seu principal cartão de visita


A cidade de Quedas do Iguaçu, foi uma das mais atingidas com a catástrofe ocorrida no mês junho, além do registro de uma morte, também houve perdas matérias irreparáveis, como a interdição definitiva do Parque Aquático.

Por solicitação da prefeitura e Defesa Civil, geólogos do governo do Estado, Unioeste e dos Serviços Geológicos do Paraná (Mineropar), atestaram que a área precisa ser interditada de forma definitiva. Para o geólogo Jorge Ademir Medeiros, da Unioeste, a área está sujeita a novos desmoronamentos e tombamentos de árvores, pela quantidade de rachaduras, em toda a sua extensão.

Em junho de 2013, o espaço de lazer havia sofrido uma interdição pela Marinha Brasileira, pelas fortes chuvas e elevação do nível das águas no reservatório da usina hidrelétrica Salto Osório. Toda área, de segurança máxima, está sob domínio da Tractebel Energia, cedida em comodato para prefeitura. Numa extensão total de 112 mil m², em 4,6 alqueires terra.

A prainha, como é chamada pelos populares, é composta de área para desembarque de barcos, lanchonete, banheiros, camping, áreas de banhos, churrasqueiras, quadras de esportes e matas nativas.

O prefeito Edson Prado “Jacaré”, solicitou ao departamento de engenharia a elaboração de um estudo, no intuito de buscar outra área às margens do lago do Rio Iguaçu, para execução de projeto de implantação de um novo espaço de lazer aos munícipes e visitantes.

FONTE: Assessoria Cantuquiriguaçu

Prefeitos da Cantu
Cantuquiriguaçu - Rua 7 de Setembro, 2160 - Laranjeiras do Sul, PR
Fone: (42) 3635 1854