Cantuquiriguaçu
 
Condetec
 
Municípios
Pinhão - Expectativa é comercializar 1.300 animais em feira de bezerros em abril

Em abril, aproximadamente 40 produtores colocarão seus animais para comercialização na 40ª Feira Estadual e 32ª Feira Municipal de Bezerros.


A estimativa de comercialização é de aproximadamente 1.300 bezerros e bezerras. Em torno de mil machos e 300 fêmeas.

 

O coordenador da feira e médico veterinário, Dirnei Dutra Lopes, lembra que ano passado foram comercializados 1.052 machos e um pouco mais de 300 fêmeas.

 

O evento, que é uma parceria dos agropecuaristas pinhãoenses com a Prefeitura Municipal, chega com uma previsão otimista de preço, em torno de R$ 5,50 o quilo vivo.

 

Na segund, dia 17, os produtores se reuniram na sede do Sifumpi para organizar a feira. Foram tomadas decisões que regem normas e leis de participação. "Avaliamos situações e tudo é acertado junto aos produtores", afirma o coordenador.

 

A reunião contou com a presença das veterinárias Ana Paula Kurshaidt e Liziane Cogo dos Santos da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), unidade Guarapuava. Elas tiraram dúvidas dos agropecuaristas e trouxeram novidades, a exemplo da vacina RB51, que deve ser feita em animais adultos, que não receberam nos primeiros meses de vida.

 

A Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente fica com a responsabilidade do brincamento (brinco de controle), da seleção do gado e de decidir junto com os produtores quem será o leiloeiro.

 

 

CENÁRIO ESTADUAL

 

Dirnei Lopes lembra da importância do evento pinhãoense no cenário paranaense. No calendário anual, a feira de bezerros é a primeira do ano no Estado.

 

Frisa também que é uma alternativa para criadores que, por um motivo ou outros, não tem intenção de fazer o ciclo completo de criação dos animais. "As feiras estão alinhadas ao importante fator que é a retirada dos bezerros das vacas, o que influenciará no aumento da natalidade futura desses ventres. Para isso, surge a necessidade de desmamar os bezerros o mais cedo possível para proporcionar às vacas prenhe condições de que cheguem à parição em um bom estado nutricional", explica.

 

O médico veterinário lembra que para obter bons bezerros para a comercialização em feiras, não é suficiente pensar numa boa alimentação, mas também na sanidade dos animais. Além disso, outro fator de importância é quanto ao mérito genético do reprodutor a ser usado ou, no caso da inseminação artificial, do sêmen.

 

Dirnei fez questão de comentar que os rodeios de cria são os que produzem a riqueza pecuária de um país: "eles se constituem na máquina que produz os novilhos fabricantes de carne". Quem confirma é Rosmário Ramos dos Santos (o Cinzento), secretário de Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente de Pinhão. Ele lembra que a feira gera uma movimentação nos negócios: "traz lucro para o Município, através dos impostos que gera". (Com informações do Jornal Fatos do Iguaçu).


Fonte: Portal Cantu

Prefeitos da Cantu
Cantuquiriguaçu - Rua 7 de Setembro, 2160 - Laranjeiras do Sul, PR
Fone: (42) 3635 1854